Conflito de Interesses

Leiam o “print screen” abaixo e entenderão facilmente do que eu estou falando:

conflito

Bem, claramente a busca “como é legal ser gordo” e “dicas para ficar bombado” são conflitantes. Nem entrarei no mérito de como são bizarras, em relação a terem chegado no meu blog. Mas vamos mais uma vez tentar satisfazer as curiosidades das pessoas.

Como é legal ser gordo – Bem… eu, particularmente não gosto. Inclusive, eu andei gordo pra caralho e isso deixou minha rinite muito mais insuportável, me deixou com o corpo doendo o tempo todo, e com uma terrível sensação quando pegava um ônibus que passava por um caminho cheio de buracos.

Mas há quem curta, e eu não posso culpar. Comer é bom, e se não fosse, ninguém seria gordo. Quem não abre mão de uma boa mesa raramente se importa com a aparência o suficiente pra se incomodar quando a ser ou não gordo. Claro que de qualquer modo é bom não exagerar, porque tirando a Cher, ninguém fica mais jovem com tempo, e a gordura acaba estragando bastante essa máquina capenga que é o organismo humano.

Dicas para ficar bombado – Entendo que por eu ter essa altura toda e também essa musculatura espartana as pessoas possam acabar achando que entendo alguma coisa sobre ficar bombado. Mas é certamente um engano. Não entendo como as pessoas ficam daquele tamanho. Muitas vezes nem mesmo entendo o porquê. Também não entendo porque usam sungas brancas com olhos na bunda e passeiam em duplas com um poodle na praia. Mas extiste muita coisa que não entendo nesse mundo. Como a língua do “p”, por exemplo.

Sugiro uma biografia autorizada (ou uma receita de anabolizantes) do bom e velho Governator. Todo mundo sabe que o cara além de ser um brutamontes de meia-idade também irá engrupir a nação mais pateta e obesa do mundo e conseguir ser o primeiro presidente austríaco dos Estados Unidos. Portando pesquisem a vida do cara, aprendam com ele, e um dia podem chegar onde ele chegou. No you tube.

4 comentários em “Conflito de Interesses”

  1. Eu sei, eu sei. Esse post deve ser mais um daqueles tomados por conteúdos cáusticos que pouco podem ser discutidos sem qualquer argumentação a favor atrair chacota desenfreada, porém vou me arriscar aqui.

    Muitas (mas muitas, muitas mesmo) pessoas tem problema de auto-confiança, e é aí que entram os regimes, os “bombeamentos” (viva o neologismo!) e adaptações em geral. Lógica: “Se o galã da novela das 7 é bombado, e todo mundo gosta dele, se eu for bombado, logo, todo mundo vai gostar de mim também”. Claro, isso aqui é um caso bem simplista, mas a essência é essa. Somos criaturas gregárias. E infelizmente, nossa mob mentality é por demais bem desenvolvida.

    Agora, tem gente que busca essas coisas por um senso de objetivo, centro e saúde. Ser mais forte, ser mais saudável, se sentir melhor consigo *sem* perder sua identidade no processo são coisas admiráveis, e perfeitamente compreensíveis.

    E às vezes, ficar grandão, gigante, que nem o Schwarza, is what it takes.

    Às vezes é escrever um blog.

    Vai entender.

Deixe uma resposta