Umas coisas soltas…

De tempos em tempos eu passo um século sem escrever. Isso não quer dizer que pouca coisa anda acontecendo. Na real, costuma ser bem o contrário. Quando isso acontece eu sempre acabo fazendo um post aleatório tapado de tópicos meio desconexos, mas que dão uma idéia do que anda acontecendo. Lá vamos nós outra vez:

• O sócio meu e do meu irmão no Estúdio foi assaltado na frente da nossa casa. Sim, aquela que até há pouco tinha a cratera na frente, que a prefeitura nos deu de presente. Taparam o buraco e não liberaram a rua. Temos uma lâmpada que nunca acende e outra que nunca apaga. O bairro floresta anda a terra de ninguém tanto que…

•… acordei um final de semana com gritos e tiros na esquina de casa. Um vizinho estava chegando em casa e tentaram levar o carro dele. Acabou sendo baleado. Viva a segurança pública.

• Descobri que todos sabem quem matou a Taís, mas poucos sabem o que anda acontecendo com o Renan Calheiros. Teoria da conspiração à parte, nosso país é uma bosta e precisa ser destruído. O povo é um lixo e merece ser explorado.

• A democracia não funciona.

• Fui ao lançamento do Inventário de Delicadezas. Adorei ver a sessão de autógrafos lotada. Li apenas dois contos até agora, mas não posso me sentir mais orgulhoso da Blondie.

• Descobri que sempre que viro a noite trabalhando o dia é seguinte é pior pra meus colegas de trabalho do que pra mim.

• O Fogaça voltou pro PMDB. Não sei se é um erro. Ele não errou nenhuma vez como prefeito até agora. Até porque é impossível se errar quando não se faz absolutamente anda.

• Minha força de vontade foi abalada pela falta de sono e não fui capaz de manter o inverno por mais tempo. Essa semana, inevitavelmente, teremos sol.

3 comentários em “Umas coisas soltas…”

  1. Haha. Lembrei de ti e daquele papo de reagir a assaltos outro dia assistindo o telejornal. Uma mulher espancou o assaltante que ia roubá-la. O assaltante foi parar no hospital. E o marido da mulher chegou a ficar com pena do assaltante. HEhehe.

Deixe uma resposta