beyond my control

“Pra que complicar se é tão simples?”

Comecei meu final de semana sabendo como ele ía terminar, o que não tornou mais simples toda a confusão dentro do meu cérebro durante cada dia.

Engulo, solenemente, um bocado das palavras que proferi no último ano e meio de vida.

“E o que tu acha que a gente anda fazendo?”

Simples. Bem simples.

Deixe uma resposta