file not found

Ontem de noite, já bastante estarrecido com a impressionante mistura de coisas que a Ale estava ouvindo em casa, ela me mandou a Marcha Fúnebre do Chopin. Ela disse que era realmente triste, e se é realmente triste me interessa.

E a música é fodona mesmo. Ela é certamente muito mais do que a meia-dúzia de notas que a maioria dos desenhos animados nos ajudou a decorar. A parte central dela (ok, estou pensando na barra de progresso do winamp) é a mais triste. Ouvi no repeat por horas. Dá certamente pra fazer um curta de cortar os pulsos apenas com ela de trilha, sem ter uma morte sequer.

Daí hoje de manhã um dos assuntos aqui na República era a música clássica. Comentei sobre a Marcha Fúnebre, e o quão foda é o Adágio de Albinoni. Terminamos a conversa concluindo que é uma bosta que não se ache facilmente música clássica pra baixar na internet, e mesmo que se ache, o pouco que se conhece nos deixa sem saber direito o que baixar.

Daí fui dar uma fuçada no mininova pra ver o que eu achava e até achei bastante coisa, mas tirando Carmina Burana e as 4 Estações de Vivaldi (que caíram em desuso depois do el-niño e das mudanças climáticas terríveis do planeta, tornando-se título de uma obra dos famigerados Sandy & Júnior) eu não conseguia ter a menor idéia do que era o resto.

Penso em baixar aleatoriamente, uma vez que contratar um maestro não me parece viável.

Hoje minha namorada (a Ale, citada no início do post. Linda garota que pisca irresistivelmente) vem a Porto Alegre para conhecer a primeira leva de curiosos sobre ela. Isso vai ser engraçado.

No momento, voltando ao trabalho – mas com vontade de continuar lendo os COL que eu baixei todos – era isso.

Deixe uma resposta