Fragmentos de Diálogos dos Últimos Dias

– Porque diabos eu estou aqui até essa hora então?

– Tu seria suspeito pra responder isso porque tu não gosta de praia.
– Realmente seria. Mas em que festa de formatura tu vai?
– Da Fabico, no Garagem.
– Hahaha, então sou mais suspeito ainda pra responder.
– Porque tu gosta do Garagem?
– Não, porque eu vou nessa festa também.

– Bah! Terceira vez que tu acerta na mosca!
– É sim. É hoje que eu não como ninguém mesmo.

– E o subtítulo tem que ser Traumatizando Gerações!
– Mas eu nunca fiquei traumatizada com as festas da lista.
– Sim, se tivesse tinha saído como o bando de pessoas que se traumatizou.
– Ah! É mesmo! Boa idéia, tampinha!

– Tu nos deve uma noite de bandalheiras.
– Bah, sinto muito, ainda estou sóbrio.

– Oi! Ai… tô com vergonha de ti!
– Porque?
– Tu sabe porque.
– Não tem porque sentir vergonha de mim, guria. Sério mesmo.
– Mas eu sinto.
– Tenho que te devolver tuas coisas. Uma amiga minha disse pra queimar, eheheh.
– Ainda bem que não queimou, ehe.
– É.
– Vai entrar no garagem?
– Vou sim.
– Eu estarei lá dentro.

– Eu sou bem mais velha que tu.
– É nada.
– Sou sim.
– Tá bom.

– Realmente, estou me saindo um casamenteiro fora de série. estou super feliz por vocês.
– Que bom, a gente também.
– Vou beber.

– Andréia, tu me colocou na complexa situação concluir que sou um cara lésbica.
– Hehehe, por que?
– Porque tu já disse que não curte caras e eu continuo tento vontade de te agarrar.

– Oi, tu não vai lembrar de mim. No ano novo tu tava bêbada demais pra lembrar.
– Acho que lembro.
– Pedi pra tua amiga te entregar um bilhete, dizendo que não tinha nada mais sexy que uma mulher de pés sujos de tanto dançar. Ela nem deve ter te entregue.
– Entregou sim. Eu guardei.
– Sério. Bem, eu te cobicei horrores naquela noite. Heheh
– Como assim?
– Deixa pra lá. Como eu te encontro?
– Tem msn?

– Eu tenho que ir embora com a minha amiga?
– Ela sabe se cuidar sozinha.
– Não, ela não vai querer.
– Hmmm… vou pegar mais bebida.

– Elas são mais novas que a gente.
– Talvez seja isso.
– Sim sim.
– Mas adoro elas. Sou louco por elas.
– Eu também.

Deixe uma resposta