Edson Cordeiro decepciona contra o Santo André

edson

Grandes Enigmas da Humanidade

Já não é de hoje que eu questiono a utilização dos impostos que eu pago para o financiamento do desfile das escolas de samba de Porto Alegre. Porém, estava lendo o divertidíssimo jornal O Sul e vi uma foto do Celso Roth – polêmico e marsupiforme técnico do Grêmio – sendo escoltado pela Polícia Militar, para não ser linchado pela torcida do time que ele desgoverna. Isso me trouxe à mente a seguinte questões:

  • Por que o povo jamais se motiva a revoltar-se e promover um quebra-quebra politicamente consicente por mais que o governo roube ao vivo com transmissão nacional, mas está pronto para cobrir de porrada um técnico de futebol após três jogos sem vencer?
  • Por que a Polícia Militar se dispõe a proteger um técnico de futebol para que ele não seja linchado, se eles não estão sendo pagos pra isso e se não houve queixa formal do técnico do grêmio em relação à ter sido ameaçado de morte por alguém?

Não existe defesa lógica para isso. Me acompanhem:

  • Quem paga o salário da Polícia é o dinheiro público, proveniente dos impostos pagos pelos contribuintes;
  • Se eu ligar para a Polícia, não importa quantas vezes, dizendo que o número de assaltos no meu bairro está cada vez maior, não há nada que vá fazer com que eles entrem e ação, e a idéia de que eles possam sequer sonhar em me escoltar do trabalho até em casa é já uma prova de loucura completa;
  • Se o Celso Roth é funcionário do Grêmio quem deveria pagar pela segurança dele deveria ser o clube e não a população;
  • Se ocorre um tumulto e um Policial sai ferido, o Grêmio irá arcar com o custo do Hospital e da licença médica do Policial?
  • Não seria mais rentável para o Grêmio, para os contribuintes e para o próprio Celso Roth se deixassem cagare ele a pau e depois se processasse cada um dos envolvidos separadamente para obter uma indenização?

Odeio futebol e a merda na cabeça generalizada causada por ele.

Censo 2007 – by Foguinho

Meu censo tem uma proposta muito mais prática que a do censo realizado pelo governo. Para quem não sabe, o do governo serve para prover o congresso nacional de papel para limpar suas corruptas nádegas. O meu vem com uma proposta totalmente inovadora, que não apenas poderá dividir o mundo em um grande número de facções, como também proporcionar toda uma nova série de preconceitos capazes de dar um fim ao nosso planetinha bem mais rápido que o aquecimento global, o que faz com que ele deixe de ser um problema.

Vamos às questões:

1 – Você:

a) come picolé
b) chupa picolé

2) Você tem:

a) dor de garganta
b) laringite/faringite/amigdalite

3) Você:

a) gosta de futebol
b) não gosta de futebol

4) Você:

a) Tem papilas gustativas
b) Come no Habib’s

5) Você:

a) Gosta de música boa (se está perguntando o que seria exatamente música boa, assinale a alternativa abaixo)
b) Gosta de música ruim (sim, isso aí que tu pensou também é ruim)

6) Você:

a) Gosta de beber uma boa cerveja, vinho ou algum outro tipo de bebida alcoólica
b) Perdeu o prazer da vida como um todo

A verdade é que esta lista, assim como minha lista de coisas para fazer quando for multi-milionário (onde o multi da palavra não tem o mesmo significado frustrante do radical “poli”, na palavra poli-esportivo) poderia ser aumentada para sempre. Mas como eu estou com 38,5º de febre e trabalhando, ela acaba aqui.

Obs.: Este post não tem links por excesso de preguiça de quem o escreveu.