Direitos Humanos Bem Trapalhões

Eu pretendia começar este post colando o link para o decreto que foi publicado dia 21 de dezembro de 2009 – o qual o presidente Mula afirma ter assinado sem prestar muita atenção – referente ao 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, mas como o site do diário oficial afirma que eu digitei errado o código CAPTCHA que não foi pedido, tive a sorte de conseguir o link para o decreto aqui: http://www.ccr.org.br/uploads/noticias/pndh3.pdf.

Segundo as reportagens que irei colar a seguir, embora o presidente tenha escrito uma apresentação de 3 páginas para o decreto acima, ele o assinou sem muita atenção. Já os ministros Dilma Rousseff e Tarso Genro, segundo a reportagem, sabiam bem o que estavam cometendo.

Considerando o que é dito nas reportagens “coladas” abaixo e ao monte de besteira que o Lula escreveu na apresentação do decreto, acho que cabe fazer aqui um apanhado de links para lembrar a todos quem é a corja que nos governa hoje em dia.

Sobre o decreto linkado acima:

(meio fora de sink, mas dá pra entender perfeitamente)

(a vez do Jabor opinar sobre o assunto)

(e a do Alexandre Garcia)

Um pouco sobre a Dilma:

Alguns textos também:

Em outubro de 2009 o Tas já tava comentando sobre a censura que o decreto acima está tentando viabilizar:

Eu sinceramente espero que, para a surpresa completa desta catrefa, a internet seja o meio onde esse bando de cretinos vá se afogar na bosta este ano. Essa campanha terá a internet como meio liberado para eles infernizarem a nação e eu continuo dizendo que eles não sabem onde estão se metendo.

Placas Estranhas

Quando tu tem a brilhante idéia de escolher a profissão de publicitário, embora ninguém te conte na faculdade (bah! e se formos contabilizar o quanto nos contam na faculdade…) tu tá escolhendo uma daquelas desgraçadas carreiras em que tu nunca deixa de trabalhar. Não, não tô falando das noites trabalhando, ou dos finais de semana. Falo daquelas profissões que mesmo que tu não esteja trabalhando, tu tá.

Tu olha rótulos e em vez de ler as calorias do produto, o peso, etc, tu olha o layout, a cor, o slogan. Na rua acontece o mesmo. Fica viajando em outdoors, em front lights, em um monte de coisas que tu deveria esquecer de vez em quando pra poder relaxar, mas que tu não consegue.

De vez em quando temos a sorte de encontrar coisas que acabam sendo realmente engraçadas, geralmente por uma enorme dose se mau gosto, embora também ocorram por mero descuido de quem as criou. É o caso das placas abaixo, que fotografei com a câmera do meu celular. Não estou me justificando não. Poderiam ter sido tiradas com a melhor das câmeras, e  continuariam sendo uma merda, pois o problema sou eu.

Primeiro essa:

smart

Acho que todos concordarão comigo que “Tecnologia Ltda.” é definitivamente engraçado quando tu pensa em uma loja que vende tecnologia. Tudo bem que fique assim no talão de notas da empresa, mas é foda o cara se apresentar como “Oi, somos da Smart, tecnologia limitada”.

Tá… essa pode ser facilmente classificada como espírito de porco meu, mas a próxima é foda:

gases

Ok… entendo a idéia de usar a clave de Sol, afinal a de pouca gente conhece e a de mal é usada. Mas é definitivamente impossível o cara não ter notado que a leitura fica “gases”.  Ou, se ninguém tinha notado, agora eu estraguei tudo, ehehehe.

Por que burrice não mata?

Todos nós sabemos, após termos sido vítimas de inúmeras enfadonhas aulas de religião, que Deus (i.e. altíssimo, vulto Todo Poderoso) resolveu ter, de maneira muito pouco ortodoxa, um filho. Do ventre de Maria, mulher de José (corno mais famoso do mundo), nasceu Jesus. Ele, barbudo, boa praça, bom coração, muito inteligente.

O que pouca gente sabe é que Deus escolheu essa maneira pouco ortodoxa para gerar Jesus porque ele tinha tido um filho antes dele. Provavelmente alguém sufixadamente “elson”, “ilson”, “dson”, ou outra coisa futebolística.

E foi essa criaturinha, sendo ele um humano com cérebro de galinha, que fez Deus abençoar os burros e idiotas em geral. É culpa desta porcaria de ser que somos vítimas dos imbecis que regem o mundo. Toda a vez que alguém se pergunta como algo (seja algo qualquer coisa que possa ser importante e complicada) pode ser administrado por alguém que deixaria até um sagüí abismado com tamanha burrice, é a manifestação divina da pena por aqueles que são iguais ao outro filho de Deus (que ele escondeu em algum buraco de difícil acesso).

E a pena de Deus pelos idiotas nos contamina: nos sentimos culpados por desejar o mal daqueles que nos prejudicam/atrapalham. Mas por quê nos sentimos assim se eles merecem a dor?

Existe um livro (em breve cato o nome e coloco aqui) que diz que O Mundo é dos Idiotas. E é. Os inteligentes são reféns dos estúpidos, em um mundo que prefere privilegiar a incapacidade em detrimento da capacidade.

Infelizmente não existe como nos revoltarmos contra isso. A imbecilidade é maioria. E até o organismo resolver que idiotice é fatal, teremos que sentar, sofrer e esperar.

Enquanto isso, apenas espero que as pessoas inteligente parem de se sentir culpadas por desejarem a desgraça dos idiotas. Não existe razão pra tal culpa. Idiotas merecem sofrer. Merecem ser nossos brinquedos. Eles até se esforçam pra isso. E é erro nosso não usarmos tais criaturas para a razão que elas existem no mundo.