Taí mais um que merecia uma medalha!

A notícia inicial tá aqui: http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL476522-5605,00.html

Ela conta sobre um empresário que havia sido sequestrado mas que acabou matando um dos sequestradores e usando a arma dele pra render outros dois e levar até a polícia.

A notícia seguinte diz que a polícia não vai fichar o cara por ter matado o sequestrador, o que na minha opinião é mais do que justo. Inclusive, não só não tem que ser fichado como merece uma medalha e isenção vitalícia de impostos!

Se não pagassem o resgate ou se acontecesse qualquer problema, eles matariam o cara. Então nada mais justo do que ele ter matado um deles. Por mim, podia ter matado todos.

Fomos criados em uma sociedade idiota que tem uma imprensa burra que ensinou que criminoso é vítima e que jamais devemos reagir. Houve uma vez que a população se revoltou, em Minas Gerais, e acabou pegando dois sequestradores e queimando vivos. Resultado: seis meses sem sequestros naquele estado.

Ninguém mais aguenta ter que se submeter aos bandidos e criminosos. Claro, não é nada surpreendente que um país comandado por ex-terroristas, os criminosos sejam protegidos e quem paga imposto se foda.

Se nosso presidente não fosse um analfabeto retardado mental saberia que quando o Estado quebra o Contrato Social, o povo toma de volta sua liberdade e faz justiça com as próprias mãos.

E ainda tentaram desarmar a população! Patético…

Obrigado Rita de Cássia Sampaio de Souza

O povo brasileiro é um povo cheio de tradições. Uma das mais incríveis é a de gentilmente passar KY em seu próprio ânus enquanto o governo lhe curra sem dó. Não existe nenhuma filosofia ou teoria de governo que explique um povo continuar completamente apático depois de tudo que esta sucessão absurda de governos ladrões já fez com ele.

Então, para presentear os brasileiros com uma dose final (porém muito merecida depois de reelegerem o Ali-Babá) de desesperança no final do ano, os deputados aumentam seu salário de uma maneira totalmente imoral, cara-de-pau e anti-ética. Como diabos alguém consegue dormir tranqüilo após uma tramóia dessas? Muitos deputados sabem.

Então, quebrando uma tradição de muito tempo, uma mulher resolve agir como um ser humano normal e se revoltar. Rita de Cássia Sampaio de Souza, 45 anos, foi lá e passou a faca no neto do ACM. Foi presa por tentativa de homicídio.

Essa mulher não merece ser presa. Ela merece ter um monumento em sua homenagem. Merece virar símbolo de uma revolta que não tem desculpas para não acontecer. Quem não é punido não tem medo de cometer crimes. Todos esses membros dessa quadrilha deveriam ser esfaqueados, baleados, queimados e vítimas de toda a sorte de maldade que possamos inventar.

Se a justiça não faz sua parte, o povo deve tomar o controle de volta pra si. É um conceito básico de qualquer teoria de governo, e é o que deve ser feito.

Obrigado, Rita de Cássia Sampaio de Souza, por apontar o caminho. Uma pena é que talvez demore tempo demais pra alguém entender o que tu tentaste fazer pelo país.