Direitos Humanos Bem Trapalhões

Eu pretendia começar este post colando o link para o decreto que foi publicado dia 21 de dezembro de 2009 – o qual o presidente Mula afirma ter assinado sem prestar muita atenção – referente ao 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, mas como o site do diário oficial afirma que eu digitei errado o código CAPTCHA que não foi pedido, tive a sorte de conseguir o link para o decreto aqui: http://www.ccr.org.br/uploads/noticias/pndh3.pdf.

Segundo as reportagens que irei colar a seguir, embora o presidente tenha escrito uma apresentação de 3 páginas para o decreto acima, ele o assinou sem muita atenção. Já os ministros Dilma Rousseff e Tarso Genro, segundo a reportagem, sabiam bem o que estavam cometendo.

Considerando o que é dito nas reportagens “coladas” abaixo e ao monte de besteira que o Lula escreveu na apresentação do decreto, acho que cabe fazer aqui um apanhado de links para lembrar a todos quem é a corja que nos governa hoje em dia.

Sobre o decreto linkado acima:

(meio fora de sink, mas dá pra entender perfeitamente)

(a vez do Jabor opinar sobre o assunto)

(e a do Alexandre Garcia)

Um pouco sobre a Dilma:

Alguns textos também:

Em outubro de 2009 o Tas já tava comentando sobre a censura que o decreto acima está tentando viabilizar:

Eu sinceramente espero que, para a surpresa completa desta catrefa, a internet seja o meio onde esse bando de cretinos vá se afogar na bosta este ano. Essa campanha terá a internet como meio liberado para eles infernizarem a nação e eu continuo dizendo que eles não sabem onde estão se metendo.

Império da cara-de-pau

Se existe uma coisa que certamente não vale o que custa é a democracia. Algo com uma superioridade tão gigantesca de efeitos colaterais abomináveis deveria ter sido aniquilada antes mesmo do culpado por sua criação compartilhar a idéia com alguém.

Está mais do que provado que o melhor que poderíamos fazer com 98,34% dos políticos brasileiros era um bom massacre.

O deputado Sílvio Costa (PMN-PE) também protestou contra as restrições. “É preciso acabar com esse teatro da hipocrisia. A maioria dos parlamentares desta Casa é casado. Então, agora, só quem pode ser candidato a deputado é o solteiro? As mulheres dos deputados não podem vir a Brasília? Os filhos dos deputados não podem vir a Brasília? Que onda é essa? Onde é que foram buscar essa lei? Que decisão esdrúxula é essa?”, perguntou.

Ouvir esse tipo de imbecilidade de um deputado, pra mim, é razão de golpe militar automático. A democracia brasileira faliu e precisa ser destruída. E rápido.

Respondendo ao deputado idiota: sim, podem ser casado e podem receber a visita da família em Brasília, mas como qualquer outro profissional (já que os políticos brasileiros se comportam como funcionários incompetentes contratados pelo povo) tem que pagar os custos de viagem e estadia. Não sabia que ia ser assim, deputado? Não gosta de como funciona? Renuncie. Ninguém vai nem notar sua ausência.

Pra completar, em outro campo polêmico da existência humana, temos uma demonstração de infinita cara-de-pau dotada de inabalável confiança, por parte do bispo Edir Macedo. Porém, em um momento de crise como esse, quem pode culpá-lo pelo descaramento? De qualquer modo, é sempre bom relembrar:

Maria do Rosário Prefeita ou Cadê o PT?

Antes de tudo gostaria de parabenizar os colegas publicitários pela estratégia muito bem desenvolvida para a campanha da candidata Maria do Rosário, da Frente Popular. Não existe nada mais inteligente do que admitir que qualquer ligação que se possa fazer de uma pessoa ao PT é totalmente nociva para as pessoas em questão.

Nenhum político que espere ser eleito gostaria de ser associado à estranha ligação do intestino do presidente à sua boca. Uma pessoa normal eliminaria tanta merda pelo ânus, mas ele insiste em fazer isso pela boca, diante de cameras de televisão. Mas gosto é gosto.

De qualquer modo, meu objetivo aqui é analisar a interessantíssima campanha da candidata Maria do Rosário. Comecemos por um dos VTs que andam veiculando:

No início a gente nem nota, mas se prestarmos atenção, tirando a estrela vermelha – que contém o 13, número dela nas eleições – não existe mais nenhuma outra alusão ao PT na campanha. Ela não fala no PT uma vez sequer, e PT não aparece escrito em lugar nenhum.

Lá vai a estrela vermelha subindo e subindo. Mas nem nela e nem no jingle, o PT é citado. O que é muito interessante quando logo depois isso é seguido por ela falando um texto em que diz “ter posição, ter lado”. E ela ainda diz, nesse mesmo tempo, que pode dialogar com a população com muita transparência. Claro. Com smart blur e outros efeitos de Photoshop nas peças impressas, sim. Mas transparência não é o caso.

Tem um dos filmes que eu não achei pra colar aqui em que ela diz que tem um agradecimento muito grande com Porto Alegre. É um desrespeito com a língua portuguesa, mas ainda subliminar demais para podermos notar sua associação com o partido do presidente.

O site foi o único lugar até agora em que encontrei um “PTzinho” tímido embaixo do logo da campanha dela. Porque mesmo a estrela que fica na barra do browser tem 13 dentro, e não PT.

De qualquer modo, o responsável por isso está de parabéns. É definitivamente uma ótima estratégia para um partido que, definitivamente, é líder em decepção de público. Muito bom!

Definição do Lula em relação à diplomacia

Um homem sóbrio que entra no banheiro e mija na pia.

Convenção PDT Porto Alegre X Leis de Trânsito

Tenho um crescente palpite que, seja qual for o candidato do PDT para as próximas eleições, ele não terá como um dos focos de sua candidatura o trânsito de Porto Alegre. Afinal, se ano após ano eles substituem o papel higiênico do comitê da Felix da Cunha pelo código nacional de trânsito, creio que eles não têm muito respaldo para falar do assunto.

Nada melhor para ilustrar meu ponto do que algumas fotos da convenção deste final de semana:

Claro que não podemos ser tão intolerantes, afinal, se existem tantas leis que os políticos brasileiros desconhecem, é natural que não saibam o significado destas placas de trânsito.

Peço desculpas a todos por não ter tido tempo de filmar o carro da EPTC passando reto por essa bagunça. E agradeço meu irmão pelas fotos.

Umas coisas soltas…

De tempos em tempos eu passo um século sem escrever. Isso não quer dizer que pouca coisa anda acontecendo. Na real, costuma ser bem o contrário. Quando isso acontece eu sempre acabo fazendo um post aleatório tapado de tópicos meio desconexos, mas que dão uma idéia do que anda acontecendo. Lá vamos nós outra vez:

• O sócio meu e do meu irmão no Estúdio foi assaltado na frente da nossa casa. Sim, aquela que até há pouco tinha a cratera na frente, que a prefeitura nos deu de presente. Taparam o buraco e não liberaram a rua. Temos uma lâmpada que nunca acende e outra que nunca apaga. O bairro floresta anda a terra de ninguém tanto que…

•… acordei um final de semana com gritos e tiros na esquina de casa. Um vizinho estava chegando em casa e tentaram levar o carro dele. Acabou sendo baleado. Viva a segurança pública.

• Descobri que todos sabem quem matou a Taís, mas poucos sabem o que anda acontecendo com o Renan Calheiros. Teoria da conspiração à parte, nosso país é uma bosta e precisa ser destruído. O povo é um lixo e merece ser explorado.

• A democracia não funciona.

• Fui ao lançamento do Inventário de Delicadezas. Adorei ver a sessão de autógrafos lotada. Li apenas dois contos até agora, mas não posso me sentir mais orgulhoso da Blondie.

• Descobri que sempre que viro a noite trabalhando o dia é seguinte é pior pra meus colegas de trabalho do que pra mim.

• O Fogaça voltou pro PMDB. Não sei se é um erro. Ele não errou nenhuma vez como prefeito até agora. Até porque é impossível se errar quando não se faz absolutamente anda.

• Minha força de vontade foi abalada pela falta de sono e não fui capaz de manter o inverno por mais tempo. Essa semana, inevitavelmente, teremos sol.